sábado, 7 de agosto de 2010

Pai babado... para o ano há mais!










Olá a todos.
Cá estamos nós regressados de umas merecidas férias, para vos darmos notícias acreca do nosso herói.
Este ano optámos por passar uma semana em Viseu e outra semana na costa alentejana. Foram umas férias muito boas. Em Viseu aproveitámos para respirar o ar puro do campo e a paisagem maravilhosa da serra que nos é proporcionada na pequena localidade onde residem os meus sogros.
O Miguel adora ali estar... andar de mota, de bicicleta, jogar à bola, banhar-se na piscina, "infernizar" os pobres gatos, observar as tartarugas, mesmo que elas não façam rigorosamente nada; estes são os passatempos preferidos do Miguel quando ali está.
Durante esta semana nasceu o mais novo membro da família, o Edgar, do qual eu sou orgulhosamente o padrinho. Graças a Deus é um bebé com muita saúde e nasceu sem quaisquer precalços durante o parto. Estou cheio de saudades dele pois já não o vejo hà duas semanas.
Apesar de adorar o campo, o Miguel é fascinado por praia. Na semana que estivémos em Viseu, não houve um dia que não perguntasse pela praia.
Foi em Vila Nova de Mil Fontes que passámos a segunda semana de férias. Nós não conhecíamos e ficámos fascinados.
O Miguel adorava as pequenas "piscinas" que se formavam na praia do Farol pela manhã durante a maré-baixa. Passava ali a maior parte da manhã a brincar com a "sua mamã" (é assim que ele se refere aos pais - "a minha mamã" e "o meu papá"!
Foi uma semana fantástica. O Miguel andava felíssimo.
Mas o que é bom acaba-se depressa.
Durante esta semana apanhámos mais um grande susto com o nosso bebé.
Um destes dias levámo-lo ao hospital porque suspeitávamos que ele estaria com mais uma otite, já que estava com muita febre, o que se veio depois a confirmar.
Contudo, durante a consulta, foi medido o perímetro cefálico ao Miguel e o resultado foi um valor muito superior aquele que seria de esperar.
O Sr. Doutor aconselhou-nos a contactar imediatamente o neurologista que acompanha o Miguel, pois achava que aquele crescimento não era normal, logo o shunt poderia não estar a funcionar correctamente. Eu fiquei completamente desorientado. Tomou conta de mim uma angústia insuportável perante a ideia de que o Miguelito poderia ter que ser operado novamente à cabeça.
Como era possível num momento estarmos tão felizes e de repente tão angustiados?
Pobre Mizé... aquela notícia deixou-a de rastos. Perante o meu desalento e fazendo um esforço enorme, manteve-se firme e serena.
Depois de dois dias horríveis de espera, a Mizé foi com o Miguel a uma consulta de neurologia. O Sr. Doutor disse que não havia razão nenhuma para as nossas preocupações. Que o Miguel estava perfeito, sem quaisquer sintomas de mau funcionamento da válvula, e que a medida do perímetro cefálico se deve à morfologia da cabeça dele, pois tem que acompanhar o crescimento do resto do corpo.
Não consigo aqui descrever o alívio e alegria que senti quando a Mizé me telefonou a dar as novidades.
É verdade que temos sempre uma nuvem chamada "hidrocefalia" a pairar sobre as nossas cabeças, mas já tínhamos conseguido fazer com essa nuvem deixasse de ser negra e passasse a ser um cinzento muito clarinho, tornando por isso, a situação ainda mais difícil.
Mas graças a Deus está tudo bem com o nosso herói, que está enorme e lindíssimo.
Onde quer que vá, continua a encantar as pessoas com a sua boa disposição e simpatia. "Que menino tão simpático", dizem as pessoas admiradas quando o Miguel se mete com elas, dizendo-lhes "olá" ou um simples "xau". Agora está na fase do "é meu" e "é minha", ou seja, é tudo dele. Para mim está a ser uma fase muito chata pois não gosto de o ver a "discutir" com os outros meninos. Espero que passe rapidamente.
Para finalizar este já longo texto, mando um beijo muito grande ao meu pai que fez anos na passa segunda feira.
És o maior filhote (sai à mamã).

1 comentários:

tina disse...

Olá, depois de uns tempos sem vir fazer-vos uma visita ao blogue, fico contente por ler as boas noticias. O Miguel José está grande e cada vez mais bonito. Espero que as férias tenham dado para recarregar as baterias e vos dar muitas forças para mais um ano de trabalho.
O Rafael está bom, continua muito teimoso e não faz a vontade à mãe de começar a dizer umas palavrinhas. Em Set. vamos fazer avaliação da fala e marcar a próxima cirurgia (vestibulo-plastia). Beijinhos aos 3. Cristina, Bruno e Rafael.

Template by : kendhin x-template.blogspot.com